terça-feira, 30 de agosto de 2011

O que a Deputada Jaqueline Roriz tem em comum com a defesa do Inter

    
     Eu sou colorado e tem um cara no meu time, o zagueiro Bolívar, que simplesmente não dá mais. O cara até já foi bom, mas ultimamente ele está horrível. Ai, dias atrás, vendo a torcida vaiá-lo, fiquei pensando: que culpa ele tem de ser ruim? Quem tem de ser vaiado é o técnico que, mesmo sabendo da ruindade, o escalou. O que vocês, torcedores, esperavam, que na hora da escalação ele dissesse "desculpe professor, sou muito ruim, vou ficar no banco. Escala o Ruan". Isso? Pois é, hoje, lendo sobre a Deputada Jaqueline Roriz, lembrei deste pensamento.

     Para quem não sabe, ela foi absolvida do processo de cassação do seu mandato por quebra de decoro parlamentar. A acusação dava-se por ela ter sido flagrada colocando dinheiro na bolsa no caso do Mensalão do DEM, mas como ela "enfiou" a mão no dinheiro público só em 2006 (e se elegeu deputada em 2010), os deputados consideraram que ela não quebrou decoro algum, a final, nem era parlamentar na época. Agora, depois de ela ter sido absolvida, todos (redes sociais, comentaristas políticos, etc) estão comentando que isso é uma vergonha. Que eles deveriam ter tirado ela de lá!

     Vamos combinar uma coisa: todo mundo, mas todo mundo ao menos ouviu falar do caso do Mensalão do DEM e mesmo assim ela foi eleita??? Que merda é essa??? Como alguem votou nessa mulher?!?!?! Pior: ainda querem que os próprios políticos corrijam esta cagada!

     Pois é, pensem bem antes criticar a política no Brasil. Voltando ao exemplo do meu time, é como se nós fossemos o técnico de um time escalando um perna de pau. Ai, quando obviamente o jogador começa a comprometer toda a equipe, ao invés de ter pensado melhor por que escalamos ele e corrigir no próximo jogo, agente simplesmente sobe para a arquibancada, faz de conta que não tem nada ver com a estória, xinga o cara e se irrita com os outros jogadores por passar a bola para ele! (continuo achando que as vaias deveriam ser para o treinador).

Nenhum comentário:

Postar um comentário