quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

O que é Certo e o que é Errado?

     Na filosofia, os textos e os ensaios sobre ética tentaram definir, sem sucesso, o que é o certo e o que é o errado. Entre os filósofos é quase hunânime a idéia de que o tempo é o responsável por determinar se um fato é certo ou errado (algo pode ser certo em uma época e errado em épocas seguintes). No entanto atrevo-me a discordar de todos e propor que a idéia de certo e de errado é atemporal e está sim relacionada com a quantidade de pessoas que concordam com ela.

     Quando Darwin publicou "A Origem das Espécies" e tentou, com base neste livro, explicar sua teoria sobre a seleção natural, naquele momento, para todos, ele estava errado. Chegou a ser motvo de piadas ao dizer que o homem não era uma obra divida e sim uma evolução dos primatas. Se algum aluno, de qualquer escola britânica, utilizasse a teoria de Darwin em seus trabalhos de biologia eles seriam reprovados (aliás, imagine o quão interessante seria ter acesso aos trabalhos daquela época e constatar que os alunos que respondiam que a evolução das espécies tinha origem em um processo de seleção natural tiravam as piores notas, enquanto os colegas que alegavam que esta era fruto de intervenção divina tinham os melhores resultados). Hoje, a coisa é bem diferente e Darwin é assunto obrigatório em qualquer livro de biologia. O intrigante é que a teoria de Darwin não mudou de 1859 para cá. Por que agora ela está certa? Simples: por que a maioria das pessoas concorda com ela!

     Assim como Darwin provocou indignação entre os cientistas mais conservadores, ele provocou dúvida nos mais jovens. Novas gerações nascem com novas idéias e é isso que "oxigena" as mudanças de conceitos. Cada vez mais as pessoas estão abertas para novos pensamentos. Há 100 anos, ter um negro como escravo era certo, embora alguns já considerassem errado. Hoje, é completamente errado. O que mudou? Os negros e os índios são mais humanos hoje? São mais bacanas? Já sei: usam Nike e isso os torna iguais aos outros? Não, nada disso. A diferença é que ninguém mais concorda com a escravidão e por isso ela é errada.

     Portanto o conceito de certo e de errado está apenas ligado ao número de pessoas que concordam com a idéia. Se começarmos hoje a preservar o meio ambiente, a ter consciência política, a criarmos nossos filhos para serem seres humanos bem sucedidos ao invés de apenas profissionais bem sucedidos, daremos inicio a uma nova forma de enxergar o que é certo e, quem sabe, as gerações futuras nasçam sobre esta luz e possam partir dela para criar uma nova idéia sobre o que é certo. Só lamento não estar vivo para ver o que acredito ser certo sendo tratado desta forma pela sociedade.

2 comentários:

  1. A Vida, às vezes coloca em nossos caminhos…
    Muros, barreiras e obstáculos…
    São obstáculos, onde devemos lutar, tentar e finalmente conseguir vencê-los.
    E quando vencê-lo, fique ciente que lá na frente estará alguém para lhe dizer que você é um grande vencedor…
    Então lute e nunca desista de seus sonhos, objetivos, planos enfim nunca desista da vida, pois ela é única e os obstáculos que a vida nos proporciona, são para ser vencidos, e para provar que você é capaz, de vencê-lo.Uma semana com toda sorte de benção fica com nosso papai!!!

    ResponderExcluir
  2. certooooooooooooooooooo senpre

    ResponderExcluir